Agenda Econômica Semanal – 5 a 11 de fevereiro de 2018

A semana que antecede o carnaval traz uma agenda pujante para os mercados financeiros. A reunião de política monetária do Banco Central, amanhã e quarta-feira, o IPCA de janeiro na quinta-feira e a volta do Congresso Nacional hoje são os destaques locais da semana. Para o Copom, nossa atenção estará no comunicado, que poderá indicar se esse é o fim do ciclo de alívio monetário, uma vez que é praticamente unânime entre os economistas do mercado que o Banco Central optará por um novo corte da Selic de 0,25 ponto na primeira reunião de 2018, que passaria para 6,75%, renovando sua mínima histórica. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 5 a 11 de fevereiro de 2018

Anúncios

Agenda Econômica Semanal – 4 a 10 de dezembro de 2017

Semana terá decisão do Copom, IPCA e produção industrial

Reunião do COPOM, IPCA e produção industrial serão os destaques desta semana. Na quarta-feira, ocorrerá o principal evento da semana, a reunião do Copom. No encontro, o Banco Central deve reduzir a taxa de juro básica da economia de 7,50% para 7,00% e sinalizar que o cenário base da instituição segue inalterado. Avaliamos também que a autoridade monetária deve deixar em aberto a possibilidade de voltar a cortar a taxa básica em seu próximo encontro (fevereiro). Por ora, para a reunião de fevereiro, acreditamos que a instituição deve cortar a Selic em 0,25pp e, com isso, encerrar o ciclo de cortes em 6,75%. A decisão se justifica basicamente pela manutenção do cenário benigno de inflação, com núcleos bem-comportados. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 4 a 10 de dezembro de 2017

Agenda Econômica Semanal – 27 de novembro a 3 de dezembro de 2017

Agenda desta semana traz indicadores de atividade benignos, reforçando o cenário de recuperação lenta e gradual

Os indicadores de atividade deverão continuar reforçando o cenário de recuperação gradual da economia. O PIB do terceiro trimestre (sexta-feira) deverá crescer 0,2%, puxado novamente pela boa dinâmica do consumo das famílias (esperamos alta de quase 1% na margem), amparado pelo ambiente de baixa inflação e melhora no emprego. Do lado da oferta, o destaque deve ser a indústria (+1,0%), em razão das condições mais favoráveis ao investimento devido à queda de juros e ao aumento das encomendas do varejo. O setor de serviços (+0,5%) também deve ajudar, refletindo a melhora gradual do emprego e varejo. Do lado da demanda, o destaque deve ser o Investimento. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 27 de novembro a 3 de dezembro de 2017

Agenda Econômica Semanal – 13 a 19 de novembro de 2017

Apesar do feriado no meio da semana, teremos importantes indicadores de atividade

 A semana da agenda doméstica contará com a divulgação de dados de atividade ainda referentes a setembro. As vendas do comércio varejista e a receita de serviços deverão mostrar continuidade da expansão econômica. As vendas do varejo restrito (terça) de setembro devem crescer 0,6% (MoM). Dá suporte a essa avaliação o comportamento dos indicadores coincidentes, que apontam para um forte desempenho dos Hipermercados (2,0% MoM, Abras | 0,5% MoM, Boa Vista) e para um bom movimento do comércio geral (1,0% MoM, Serasa). No conceito ampliado, que inclui veículos e material para construção, a alta deve ser de 0,9% (MoM), em razão da melhora nas vendas de veículos (6,2% MoM, Anfavea | 5,5% MoM, Fenabrave). Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 13 a 19 de novembro de 2017

Agenda Econômica Semanal – 6 a 12 de novembro de 2017

Destacamos o IPCA e dados de atividade na agenda nacional desta semana

No Brasil, o destaque da semana será a divulgação do IPCA de outubro, na sexta-feira. Esperamos aceleração da variação dos preços, passando de 0,16% de setembro para 0,48% em outubro, devido à adoção da bandeira tarifária vermelha 2 nas contas de luz, à alta dos alimentos (in natura e carnes) e do reajuste de Gás de cozinha e Cigarros, anunciado em setembro. Em 12 meses, o índice deve acelerar de 2,54% para 2,76%. Apesar de a alimentação voltar ao campo positivo, ainda identificamos os núcleos bem-comportados. Já o IGP-DI (quarta-feira), deve permanecer próximo à estabilidade em outubro, com o declínio dos preços industriais no atacado compensando a alta dos preços ao consumidor, o qual deve desacelerar de 0,62% (setembro) para 0,02%. Os vetores do movimento deverão ser a queda do preço do Minério de ferro e o barateamento dos Combustíveis (Gasolina, Álcool e Querosene de aviação). No acumulado em 12 meses, o índice deve intensificar suavemente sua deflação, ao passar de –1,13% para –1,15%. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 6 a 12 de novembro de 2017

Agenda Econômica Semanal – 9 a 15 de outubro de 2017

Embora a semana seja curta, em função do feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, na próxima quinta-feira, Brasília terá dias quentes a partir desta segunda-feira com o início da análise da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara dos Deputados e com o julgamento que afetará diretamente o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no Supremo Tribunal Federal (STF). A despeito da agitação na agenda política, na economia a semana será tranquila com o destaque para os dados das vendas do varejo em agosto, para as quais esperamos avanço de 0,4% no comércio restrito (contra o mês anterior). O avanço dos indicadores coincidentes como o de vendas dos supermercados (0,6%, Boa Vista) e o de movimento do comércio (0,5%, Serasa) dão suporte a nossa análise. A deflação dos itens do segmento também deve ajudar. No conceito ampliado, que inclui veículos e material de construção, acreditamos que haverá alta de 1,6% na variação marginal em agosto devido às vendas de comerciais leves e automóveis (3,1%, Fenabrave | 1,5%, Anfavea). Apesar da ligeira acomodação em relação aos meses anteriores, o resultado de agosto não será influenciado diretamente pelos saques do FGTS (que terminaram em meados de julho) e, caso nossa projeção se confirme, refletirá uma retomada sustentada do consumo. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 9 a 15 de outubro de 2017

Agenda Econômica Semanal – 18 a 24 de setembro de 2017

O foco desta semana no Brasil serão os dados de inflação, com os principais eventos concentrados na quinta-feira: divulgação do IPCA-15 e do Relatório Trimestral de Inflação (RTI). Em linhas gerais esperamos continuidade do cenário inflacionário benigno. O IPCA-15 de setembro deve desacelerar de 0,35% para 0,13%, refletindo o barateamento dos alimentos, bem como o menor ritmo de alta dos preços de Energia elétrica devido à troca da bandeira tarifária de vermelha para amarela em setembro. Já no RTI, documento importante para a atualização do cenário do Banco Central para a economia doméstica e avaliação da trajetória da Selic neste final de ciclo de flexibilização monetária, a autoridade monetária deve manter a projeção de inflação observada no último Copom, que estava em 3,3% para 2017 e 4,4% para 2018. Diante disso, ganha importância o acompanhamento das estimativas para o IPCA no 2º semestre de 2019. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 18 a 24 de setembro de 2017