Agenda Econômica Semanal – 19 a 25 de fevereiro de 2018

A semana começa com a expectativa de menor liquidez nos mercados por conta do feriado nos Estados Unidos, enquanto as atenções no Brasil se voltam para a votação sobre a intervenção na segurança pública no Rio de Janeiro e para os dados da economia: IBC-Br e IPCA-15. O Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br) acumulou alta de 1,04% em 2017, informou na manhã desta segunda-feira o Banco Central (BC). O porcentual diz respeito à série sem ajustes sazonais. Este é o primeiro avanço anual após três anos de queda, desde 2013, quando havia subido 4,48%. O resultado ficou dentro do esperado pelo mercado financeiro. Conforme levantamento junto ao mercado, as estimativas para 2017 variavam de +0,90% a +1,20%, com mediana de +1,10%. Considerado uma espécie de prévia do BC para o PIB por analistas, o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. A previsão oficial do BC para a atividade doméstica em 2017 é de avanço de 1,0%, sendo que este número havia sido informado em dezembro. O IBGE divulgará o dado oficial do PIB do ano passado apenas no dia 1º de março. Para 2018, o BC estima um crescimento de 2,6% para a economia. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 19 a 25 de fevereiro de 2018

Anúncios

Agenda Econômica Semanal – 14 a 18 de fevereiro de 2018

Apesar do feriado de carnaval, teremos importantes eventos na semana. O Banco Central deve trazer elementos adicionais em sua ata, explorando quais hipóteses estão em seu cenário base para o encerramento do ciclo de afrouxamento da política monetária. A agenda de indicadores estará esvaziada, com destaque para a Pesquisa de Serviços de dezembro, que deve calibrar as projeções finais para o PIB de 2017. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 14 a 18 de fevereiro de 2018

Agenda Econômica Semanal – 5 a 11 de fevereiro de 2018

A semana que antecede o carnaval traz uma agenda pujante para os mercados financeiros. A reunião de política monetária do Banco Central, amanhã e quarta-feira, o IPCA de janeiro na quinta-feira e a volta do Congresso Nacional hoje são os destaques locais da semana. Para o Copom, nossa atenção estará no comunicado, que poderá indicar se esse é o fim do ciclo de alívio monetário, uma vez que é praticamente unânime entre os economistas do mercado que o Banco Central optará por um novo corte da Selic de 0,25 ponto na primeira reunião de 2018, que passaria para 6,75%, renovando sua mínima histórica. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 5 a 11 de fevereiro de 2018

Agenda Econômica Semanal – 22 a 28 de janeiro de 2018

O IPCA-15 de janeiro (terça-feira) será o principal destaque da agenda econômica doméstica e deverá mostrar núcleos ainda comportados. Projetamos que o indicador deve acelerar 0,35% para 0,40%, puxado pela aceleração do grupo Alimentação (Tubérculos, Carnes e Frutas). Se nossa estimativa for confirmada, o grupo Alimentação registrará a sua primeira taxa positiva, após sete meses de deflação, mas um cenário ainda benigno dos núcleos de inflação, favorecido pelo reajuste moderado do salário mínimo em 2018. Na sexta-feira, o INCC deve acelerar de 0,14% para 0,23% em janeiro, impulsionado pelos maiores custos com Materiais e serviços da construção civil. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 22 a 28 de janeiro de 2018

Agenda Econômica Semanal – 15 a 21 de janeiro de 2018

Semana inicia com o IBC-Br sinalizando continuidade da recuperação econômica no quarto trimestre A agenda doméstica desta semana começou com a divulgação da estimativa do PIB do Banco Central (IBC-BR), cuja leitura de novembro de 2017 apontou variação interanual de … Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 15 a 21 de janeiro de 2018

Agenda Econômica Semanal – 18 a 24 de dezembro de 2017

Semana terá o IPCA-15 e a divulgação do Relatório Trimestral de Inflação
Na agenda doméstica, o Relatório Trimestral de Inflação (RTI) do 4T17 (quinta) será o destaque da semana e deve trazer novas discussões sobre a trajetória prospectiva da inflação, assim como a atualização dos modelos do Banco Central – que podem incorporar revisão baixista para 2017, mas devem se manter estáveis para 2018 e 2019. Nele, será importante acompanhar quais as projeções de inflação que o Banco Central trará para 2018 e 2019. Caso as estimativas fiquem abaixo da meta, o Banco Central validará a expectativa de Selic abaixo de 7%. Sobre o rompimento do piso da meta em 2017, a autoridade monetária deve citar o comportamento dos alimentos como justificativa. Outros pontos importantes a serem abordados devem ser a avaliação do balanço de riscos e a sinalização futura de política monetária do Banco Central. No relatório, a autoridade monetária tende a reforçar a mensagem de baixos níveis de inflação observados em serviços e núcleos. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 18 a 24 de dezembro de 2017

Agenda Econômica Semanal – 11 a 17 de dezembro de 2017

Agenda está repleta de decisões de política monetária dos principais bancos centrais

Na agenda doméstica, os dados de vendas no varejo (quarta-feira) e a pesquisa mensal de serviços referentes a outubro (sexta-feira) deverão mostrar ligeira acomodação, compatível com nossa aceleração do crescimento no 4º trimestre. Além disso, a ata da reunião da última decisão do Banco Central (terça-feira) trará detalhes adicionais sobre as próximas decisões do Copom.

Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 11 a 17 de dezembro de 2017

Agenda Econômica Semanal – 4 a 10 de dezembro de 2017

Semana terá decisão do Copom, IPCA e produção industrial

Reunião do COPOM, IPCA e produção industrial serão os destaques desta semana. Na quarta-feira, ocorrerá o principal evento da semana, a reunião do Copom. No encontro, o Banco Central deve reduzir a taxa de juro básica da economia de 7,50% para 7,00% e sinalizar que o cenário base da instituição segue inalterado. Avaliamos também que a autoridade monetária deve deixar em aberto a possibilidade de voltar a cortar a taxa básica em seu próximo encontro (fevereiro). Por ora, para a reunião de fevereiro, acreditamos que a instituição deve cortar a Selic em 0,25pp e, com isso, encerrar o ciclo de cortes em 6,75%. A decisão se justifica basicamente pela manutenção do cenário benigno de inflação, com núcleos bem-comportados. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 4 a 10 de dezembro de 2017

Agenda Econômica Semanal – 20 a 26 de novembro de 2017

Semana terá o IPCA-15 de novembro e as atas do Fed e BCE

Esperamos aceleração do IPCA-15 de novembro (quinta) que deve passar de 0,34% (em outubro) para 0,38%, em razão do encarecimento das contas de luz provocado pela adoção da bandeira tarifária vermelha nível 2 e pela sobretaxa, que entrou em vigor em 1º de novembro. Além disso, a alta no preço do gás de botijão e a intensificação do ritmo de alta da gasolina também devem contribuir para o avanço do índice. Se confirmado, em 12 meses, o IPCA-15 registrará aceleração de 2,56% para 2,71%, o que representará a 1ª aceleração anual desde setembro do ano passado. Na sexta, o INCC-M deve acelerar de 0,20% para 0,38% em novembro devido aos maiores custos com a mão de obra da construção civil. Apesar disso, o núcleo da inflação deve continuar bem-comportado em novembro, uma vez que o ritmo de crescimento da economia continua abaixo do potencial. Assim, com núcleos dos índices de inflação deverão oscilar ao redor de 3,5% em 6 meses, cuja principal leitura continua sendo de inflação benigna e com espaço para continuidade do ciclo de redução de juros. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 20 a 26 de novembro de 2017