Agenda Econômica Semanal – 4 a 10 de setembro de 2017

Destaque da semana fica por conta da decisão do Copom, na qual esperamos indicação do fim do ciclo de queda dos juros

Apesar da segunda-feira sem negociações nos EUA e do feriado do Dia da Independência no Brasil na quinta-feira (7 de setembro), estão programados alguns importantes eventos na agenda de indicadores econômicos, entre eles a decisão da próxima reunião do Copom e os dados do IPCA, além do clima de expectativas no mundo político com uma nova denúncia contra o presidente Michel Temer a ser apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Dada dinâmica recente de gradual crescimento doméstico e inflação surpreendendo para baixo, acreditamos em novo corte de 100 basis points (bps) na próxima reunião, para 8,25%. Declarações recentes do Banco Central indicam que o Copom vê o atual nível de juros reais como expansionista e que os modelos do Banco Central apontam para inflação próxima à meta de 2018, com Selic ligeiramente abaixo de 8,0%. Por isso, esperamos que o Copom encerre esse processo de distensão monetária em 7,5%. Além disso, esperamos IPCA de +0,41% em agosto, isto é, significativamente acima do nível esperado antes do anúncio do aumento de impostos sobre combustíveis. Por fim, a semana ainda será relevante para a aprovação final da TLP e das novas metas fiscais para 2017 e 2018, ambas em déficit de R$ 159 bilhões. Na terça-feira será divulgada a Pesquisa Mensal Industrial de julho, para o qual esperamos crescimento da produção de 0,6% em relação ao mês anterior.

Na agenda internacional, novos dados devem confirmar crescimento forte e inflação comportada. Serão conhecidos os indicadores de vendas no varejo de julho na Área do Euro, além do ISM de serviços de agosto nos EUA e de indicadores de balança comercial e preços (agosto) na China. Por fim, ainda teremos a decisão do BCE, que deverá manter inalterada a taxa de juros. Apesar disso, há expectativa de atualização nas projeções, incorporando as surpresas altistas com a atividade e com a apreciação do euro na inflação. Com relação ao programa de compra de ativos, é possível que ocorra uma menção sutil quanto à sua postergação na entrevista, sem trazer grandes detalhes.

tabela

 

 


 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s