Agenda Econômica Semanal – 26 de setembro a 2 de outubro de 2016

Mercado estará atento ao Relatório Trimestral de Inflação, com expectativa de revisão para baixo das projeções do IPCA de 2017

O Relatório Trimestral de Inflação do 3T16 (RTI) será o principal destaque da semana. O documento, a ser divulgado amanhã, deverá mostrar redução das projeções de inflação tanto no cenário de referência de 4,7% (segundo reportado no relatório de junho) para 4,5%, como no cenário de mercado, de 5,3% para em torno de 5,0%. Além disso, o Banco Central deve atualizar sua orientação de política monetária, além de mostrar suas projeções de inflação até o 3T18. Levando em consideração que o cenário de referência mostre IPCA em torno de 4,0% no 3T18 ou abaixo disso, que haja menção à ideia de “horizonte de convergência móvel” avaliamos que a autoridade monetária pode sinalizar corte juros em outubro. A única condição a ser verificar é o andamento da PEC241, que pode ser aprovada na Comissão Especial antes do Copom.

Também destacamos a divulgação do resultado final do IGP-M de setembro, na quinta-feira, para o qual projetamos aceleração de 0,15% para 0,32% devido ao encarecimento do minério de ferro e ao maior ritmo de alta da inflação dos produtos derivados de petróleo. A deflação dos produtos agropecuários deve ajudar a compensar tal pressão altista. O INCC, um dos índices que compõe o IGP-M, deve acelerar de 0,26% para 0,36% em setembro, refletindo os maiores custos com a mão de obra. O resultado final da sondagem da indústria da FGV, na quarta-feira, deve confirmar a melhora da confiança no setor, em linha com a prévia conhecida na semana passada. Além disso, ao longo da semana, teremos a divulgação das demais sondagens da FGV e dos dados das contas públicas referentes a agosto, que devem mostrar déficits significativamente maiores que os registrados em 2015. Finalmente, o IBGE divulgará na sexta-feira a taxa de desemprego (PNAD contínua), que deve mostrar elevação de 11,6% para 11,7% em agosto devido à fraca atividade e ao ainda baixo patamar da confiança.

No exterior, o destaque da agenda de divulgações desta semana será a inflação ao consumidor da Área do Euro, que será divulgada na sexta-feira e poderá intensificar as discussões relacionadas à ampliação do programa de compra de ativos do Banco Central Europeu. Ainda na Europa, teremos os indicadores sentimento econômico da Área do Euro, na quinta-feira. Nos Estados Unidos, será divulgada uma série de indicadores de atividade ao longo da semana, que trarão mais informações sobre o desempenho da atividade econômica no terceiro trimestre, que deve ser importante para as próximas decisões de política monetária do Fed. O Banco do México deve manter a taxa de juros inalterada em 4,25% na reunião de quinta-feira, confirmando a expectativa da maioria dos analistas. Por fim, serão divulgados os índices PMI da China, na quinta e sexta-feira.

agenda 16 set a 2 out 2016 tabela.png

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s