Agenda Econômica Semanal – 2 a 8 de maio de 2016

Ata do Copom e dados de inflação serão os destaques da agenda doméstica nesta semana

A divulgação da Ata do Copom (quinta-feira) será um dos destaques da agenda doméstica nesta semana. O Banco Central deverá reforçar o discurso de que a pressão da inflação no acumulado de 12 meses, bem como a distância entre as expectativas e o objetivo de política monetária são fatores que impedem o início do ciclo de corte de juros no curto prazo. Contudo, é esperado que o documento reforce, nas entrelinhas, nossa expectativa de que a melhora recente da inflação e das expectativas de mercado deverão levar o Banco Central a iniciar novo ciclo de flexibilização dos juros no segundo semestre.

Assim sendo, o IPCA e o IGP-DI, ambos de abril, a serem conhecidos na sexta-feira, deverão confirmar a tendência de descompressão da inflação nos meses recentes. A REAG projeta ligeira aceleração para o IPCA, saindo de 0,43% para 0,48%, influenciado pelo grupo Saúde, que deve sofrer o impacto do aumento de 12,5% dos medicamentos (reajuste autorizado em 1º de abril), e pelo alta no grupo Alimentação. Para o IGP-DI, a REAG espera que o índice deve apresentar leve desaceleração de 0,43% para 0,40%, refletindo a deflação dos Alimentos industrializados e dos Combustíveis.

Ainda nesta semana, o IBGE divulgará a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) de março, para a qual projetamos elevação de 1,5%, dado que a melhora dos indicadores coincidentes de março como o da expedição de papel ondulado da ABPO (0,9% MoM), do nível de utilização de capacidade instalada (0,1% MoM) e da carga de energia verificada (0,8%, MoM) sustentam nossa projeção. As vendas de veículos de abril serão anunciadas pela Fenabrave amanhã e os dados sobre o setor automotivo de abril (produção e vendas de veículos) serão divulgados pela Anfavea na quinta-feira. Por fim, os indicadores da FGV sobre o mercado de trabalho de abril (Indicador Coincidente de Desemprego e Indicador Antecedente de Desemprego) sairão na quinta. Por fim, teremos a divulgação do resultado da balança comercial deste mês, para o qual esperamos superávit de USD 5 bilhões.

Nos EUA, os destaques serão a divulgação dos dados do mercado de trabalho referentes a abril e os dados do setor industrial. Já os principais indicadores divulgados na Zona do Euro nesta semana serão o resultado final da sondagem do setor industrial (PMI) e os dados do varejo. Finalmente, a agenda internacional também contemplará as leituras finais dos índices PMI dos EUA, Área do Euro e China ao longo da semana.

agenda economica 2 a 8 de maio 2016

A REAG investimentos não se responsabiliza por quaisquer ações ou decisões baseadas nas informações contidas em suas publicações. Os dados e análises das suas publicações não devem ser tomados exclusivamente como regra para outras publicações, tomadas de decisão, avaliações e/ou julgamentos. Todas as consequências e responsabilidades pelo uso dos dados ou análises desta publicação são assumidas exclusivamente pelo usuário, eximindo a REAG de todas as ações decorrentes do uso deste material. O acesso a estas informações implica total aceitação deste temo de responsabilidade e uso. A reprodução total ou parcial desta publicação é expressamente proibida, exceto com autorização da REAG ou citação da fonte.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s