Agenda Econômica Semanal – 14 a 20 de janeiro de 2019

Resultados das vendas no varejo e do setor de serviços em novembro devem apontar ligeiro crescimento da atividade

Na terça-feira, esperamos que o desempenho do comércio varejista ampliado siga acima da média dos outros segmentos, com expansão de 0,3% em novembro, refletindo o bom comércio de supermercados (2,0%, MoM, Abras|0,2%, MoM, Boa Vista). Além disso, vale considerar que o efeito positivo do Black Friday, evento que o ajuste sazonal ainda não consegue capturar perfeitamente por ser relativamente recente. No conceito ampliado, que inclui veículos e material para construção, o varejo deve recuar 0,2% MoM. Os dados fracos do setor automotivo, conforme apontado pela Anfavea e Fenabrave, ajudam a explicar nossa estimativa. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 14 a 20 de janeiro de 2019

Anúncios

Entre cabeçadas, 1ª semana do governo Bolsonaro imprime desnorteamento

A fotografia da primeira semana do governo Bolsonaro ainda é a mesma retratada durante toda sua campanha: desnorteamento, cabeçadas, falta de planejamento, declarações desencontradas, ditos e desmentidos, em meio a uma pauta econômica ainda improvisada e esvaziada. Apesar da atmosfera esfumaçada pela esperança da guinada liberal, os primeiros dias de Bolsonaro à frente do Planalto passaram insegurança aos investidores e ao meio político, deixando evidente a fogueira de vaidades entre Paulo Guedes (Economia) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil).

Os desencontros de Bolsonaro com sua equipe acendem inquietações acerca da capacidade de o novo presidente orquestrar as urgentes pautas da agenda econômica. Alguns pontos saltaram aos olhos: as confusões em torno do IOF, da redução do imposto de renda e a reforma da previdência, cujas declarações de Bolsonaro criaram perplexidades na equipe econômica e desmentidos da Casa Civil. Continuar lendo Entre cabeçadas, 1ª semana do governo Bolsonaro imprime desnorteamento

Agenda Econômica Semanal – 7 a 13 de janeiro de 2019

Os resultados do IPCA de 2018 e da produção industrial de novembro serão os destaques da agenda econômica desta semana no Brasil. O IPCA deve encerrar o ano passado com alta de 3,66%, novamente abaixo do centro da meta e com dinâmica favorável, com núcleos subindo ao redor de 3% nos últimos 6 meses. Em 2017, o IPCA havia encerrado o ano em 2,95%. O IPCA de dezembro (sexta-feira) deve subir de –0,21% para 0,07%, impulsionado pelo encarecimento das passagens aéreas, bem como pela aceleração dos preços das Carnes e Cereais. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 7 a 13 de janeiro de 2019

Agenda Econômica Semanal – 31 de dezembro de 2018 a 6 de janeiro de 2019

A agenda semanal doméstica desta semana vem morna, com poucas divulgações. Nesse sentido, as atenções se voltarão para o resultado da balança comercial de dezembro, que registrou superávit de US$ 58,3 bi, confirmando um resultado robusto obtido ao longo do ano de 2018 apesar de 13,3% menor que o registrado em 2017 (de US$ 66,9 bi). O resultado advém de US$ 239,5 bi em exportações menos US$ 181,2 bi em importações, segundo dados do MDIC. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 31 de dezembro de 2018 a 6 de janeiro de 2019

Nebulosidade sobre o panorama externo é maior risco à retomada da economia doméstica em 2019

Instabilidades e incertezas no ambiente econômico internacional são os principais focos de risco para o crescimento do Brasil em 2019: novas alta dos juros nos Estados Unidos, duelo comercial entre Estados Unidos e China e arrefecimento do crescimento mundial. Além da cronicidade da questão fiscal doméstica, a nebulosidade que paira sobre o cenário externo, a qual foge totalmente à boa vontade alheia do presidente eleito, Jair Bolsonaro, e de sua equipe econômica, certamente tumultuará a retomada da atividade econômica brasileira no ano que vem. Continuar lendo Nebulosidade sobre o panorama externo é maior risco à retomada da economia doméstica em 2019

Agenda Econômica Semanal – 24 a 30 de dezembro de 2018

Taxa de desemprego, IGP-M e notas de crédito e fiscal são os destaques da agenda doméstica
Com o feriado do natal na terça-feira, teremos, no geral, uma agenda relativamente fraca de indicadores econômicos.

A taxa de desemprego deve reforçar a mensagem de recuperação gradual do mercado de trabalho e apresentar leve queda em novembro, atingindo 12,0% (descontados os efeitos sazonais). Na sexta-feira, a taxa de desemprego de novembro deve cair de 11,7% para 11,5%, em razão da menor população desocupada (-315 mil) e da maior população ocupada (85 mil). Com ajuste sazonal, a taxa deve se manter em 12,1%. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 24 a 30 de dezembro de 2018

Agenda Econômica Semanal – 17 a 23 de dezembro de 2018

Ata, relatório de inflação e IBC-BR serão os destaques da agenda doméstica
O IBC-BR será divulgado na segunda-feira e deve se manter estável em relação ao mês anterior, segundo nossa projeção, reforçando que o ritmo de expansão da economia segue moderado. O resultado reflete, por um lado, a queda das vendas no varejo e, por outro, o avanço observado na indústria e nos serviços. A ata da reunião do Copom (na terça-feira) e o Relatório de Inflação (na quinta) deverão, por sua vez, explicitar maior detalhamento em relação à melhora do balanço de riscos e às projeções de inflação da autoridade monetária. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 17 a 23 de dezembro de 2018

Agenda Econômica Semanal – 10 a 16 de dezembro de 2018

Decisão do Copom e indicadores de atividade são destaques nesta semana

Enquanto o Banco Central deve manter a taxa de juros em 6,5%, as atenções se voltarão para a avaliação do balanço de riscos para inflação – que pode se tornar mais equilibrado, contrapondo o balanço apresentado na última comunicação oficial, em que os riscos ainda estavam assimétricos para cima. Para os dados de atividade referentes a outubro, esperamos ligeira moderação do ritmo de crescimento de serviços (com alta de 0,4%) e pequena queda, de 0,1%, das vendas no varejo. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 10 a 16 de dezembro de 2018

Agenda Econômica Semanal – 5 a 11 de novembro de 2018

Agenda doméstica tem o IPCA como destaque e a internacional a reunião do FOMC

Para o IPCA de outubro esperamos alta de 0,55%, com aceleração gradual dos núcleos. Teremos também nesta semana a divulgação da ata da última reunião do Copom, trazendo detalhes adicionais a respeito do balanço de riscos do cenário do BC. Para o IGP-DI de outubro, que deverá mostrar nova descompressão dos preços no atacado, projetamos alta de 0,37%. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 5 a 11 de novembro de 2018

Agenda Econômica Semanal – 22 a 28 de outubro de 2018

Destacamos o IPCA-15 na agenda doméstica e o PIB dos EUA na internacional

A agenda doméstica da próxima semana terá como destaque para o IPCA-15 de outubro. Esperamos alta de 0,63%, com aceleração gradual dos núcleos. Ainda teremos as notas do Banco Central para setembro: fiscal, crédito e setor externo. Nossa expectativa para esses dados são: déficits das contas públicas mais controlados, balanço de pagamentos ajustado e concessões de crédito acelerando. Por fim, os indicadores de confiança dos empresários preliminar de outubro podem melhorar, refletindo a melhora recente das condições financeiras. Continuar lendo Agenda Econômica Semanal – 22 a 28 de outubro de 2018